Definição de Gestão Intercultural

O QUE É GESTÃO INTERCULTURAL?

Tendo a globalização econômica como cenário, as empresas têm novos paradigmas a serem superados para terem sucesso nas suas atividades, agora essas empresas em função de suas operações comerciais internacionais, possuem no seu quadro de funcionários, empregados e gestores originários dos países aos quais estão se expandindo, e logicamente, também as empresas estão tendo clientes, fornecedores, parceiros comerciais, sócios, procedentes de outras culturas. Nesse cotexto é imperioso que se tenha consciência de que as diferenças culturais precisam ser geridas adequadamente.

globalizacaoAs culturas orientais e ocidentais são iguais? Os comportamentos tomados perante algumas dificuldades são iguais? A hierarquia será observada da mesma maneira por um asiático e um brasileiro? .

Lidar com pessoas de outras culturas no âmbito do trabalho ou dos negócios não se reduz única e exclusivamente à fluência no idioma da empresa matriz ou do cliente, os matizes desse relacionamento intercultural são mais profundos e complexos.

Peter Drucker o pai da administração moderna dizia:  “a cultura devora a estratégia no café da manhã” e “ O que fazem os lideres é igual no mundo todo. Como o fazem está determinado pela sua tradição e cultura”.

Então podemos constatar que as questões relacionadas aos valores culturais ou de tradição são os que norteiam os comportamentos de um grupo de pessoas pertencentes a uma determinada nação ou cultura, isso fica mais evidente quando nas relações de trabalho ou de negócios são colocadas em contato diferentes pessoas, de diversas nacionalidades e culturas de um dos 194 países que tem no mundo.

A globalização traz um maior contato entre países, empresas e pessoas procedentes das mais diversas culturas o que acarreta algumas vezes em dificuldades de comunicação, adaptação, de flexibilidade, de tolerância, mal-entendidos, perda de produtividade, dentre alguns outros que possam acontecer nos novos relacionamentos econômicos.

Podemos definir então a GESTÂO INTERCULTURAL como o conjunto de princípios e ferramentas que oferecem soluções para que às pessoas e empresas possam alcançar a eficácia no seu processo de integração internacional, eficácia nas negociações, atividades de trabalho, e relações comerciais com pessoas ou empresas de diferentes países e culturas.

A Gestão Intercultural favorece o bom relacionamento entre os diversos membros da empresa, a adequada abordagem aos clientes e fornecedores de outros países, ajuda nas negociações entre membros de culturas diferentes, propõe a compreensão dos diversos valores culturais, e apresenta soluções perante as diferentes praticas e formas de trabalho ou de comércio, práticas tais que possam ser fonte de mal-entendidos e conflitos.

Charles Darwin disse: “As espécies que conseguiram sobreviver não foram as mais fortes nem as mais inteligentes, foram as que souberam adaptar-se”. Tendo como pano de fundo a globalização, a adaptação e flexibilidade se tornam obrigatórias no mundo dos negócios e nas relações de trabalho.

As empresas, as pessoas devem adaptar-se e aprenderem a lidar com diversas culturas que tem uma forma diferente de abordar os problemas, culturas que tem um olhar diferente da vida, das relações de trabalho, etc.

Daniel Liberato

ASSISTA NOSSO VÍDEO